Semeando um novo futuro!

Real Food

Estamos cientes da necessidade de manter uma alimentação balanceada.

Esse tipo de alimentação envolve o consumo de comida de verdade (ou “Real Food”). “Comida de Verdade”, inclusive, é um dos temas mais discutidos quando se fala sobre alimentação saudável.

Comida de Verdade é aquela que sofre o mínimo ou nenhum processo industrializado, proporcionando uma carga maior de nutrientes.

Atualmente

Se você mora em ambiente urbano, é bem provável que um produtor cultive sua hortaliça em uma cidade vizinha.

Este produto é colhido, estocado e transportado até um mercado, que precisará armazená-lo, até que o mesmo seja disposto na prateleira para que o cliente possa comprar.

Tudo perfeito até aqui? Veja:
Qual seria a solução para este problema?

A resposta é...

Local Food

Comida Local (ou “Local Food”), é o alimento cultivado próximo ao local onde será consumido

Para que seja possível alcançar isso, faz-se necessário descentralizar a produção que ocorre em cidades distantes e distribuir a produção para áreas próximas ao consumidor.

    Vantagens
  • O alimento que levava dias para chegar ao mercado agora chega em 2 horas. Você tem à disposição um produto realmente fresco para consumo.
  • Com menos processos de logística e armazenagem envolvidos, é quase como se você tivesse colhido em sua própria horta.
  • Geração de empregos
  • Rastreabilidade facilitada, (permite com que as pessoas conheçam quem produz seu próprio alimento);
    Desvantagens
  • O custo do espaço imobiliário em uma cidade é alto. Isso encareceria o produto podendo tornar o preço impraticável.
Então como tornar isso viável?

Tecnologia

Mas como podemos aliar a tecnologia à agricultura? Quais as possibilidades?

Simples. Através de fazendas verticais. Essas fazendas são estruturas destinadas à produção de alimentos e remédios em camadas verticais, algo semelhante à prateleiras. Pensadas principalmente para os grandes centros urbanos, tem sido vistas como a tecnologia do futuro para alimentar as próximas gerações. A ideia é utilizar instalações automatizadas com o menor impacto ambiental possível. Para tal, podem ser utilizadas superfícies inclinadas verticalmente e/ou integradas em outras estruturas, por exemplo arranha-céus, armazéns e containeres.

Mas e como isso funciona?

As técnicas empregadas se resumem basicamente a agricultura de interior (indoor farms) e tecnologia de agricultura com controle ambiental (CEA, na sigla em inglês), em que todos os fatores ambientais podem ser controlados. Essas instalações utilizam controle da luz, controle ambiental (umidade, temperatura, gases, etc.) e fertigação.

O que a Semente Urbana faz?

As fazendas verticais da Semente Urbana estão pautadas nos conceitos previamente descritos e assim, criam o ambiente ideal para o desenvolvimento de cada planta com reaproveitamento de água e redução dos desperdícios. Desta forma, as plantas recebem um tratamento especial com todos os nutrientes necessários para o seu crescimento. Essa forma de cultivo sustentável entrega um vegetal sem agrotóxicos, rico em nutrientes e extremamente saboroso.

Economia de Água

Economia de até 95% de água em relação à agricultura tradicional!

Menos espaço

Redução de até 90% da área necessária pelo cultivo padrão.

Cultivo mais rápido

Com nossa tecnologia de controle ambiental, replicamos o dia ideal durante o ano inteiro. É o mesmo que você ter o clima que você mais gosta durante o ano todo!

ZERO agrotóxico

Plantas cultivadas sem o uso de agrotóxicos ou pesticidas durante todas as fases do processo.

Notícias